Quando duas pessoas começam a negociar, temos algumas certezas: uma delas é a de fazer a venda de alguma coisa, e a outra é a de que o comprador quer comprar esse mesmo bem ou serviço com o máximo de benefícios e descontos possíveis. No caso de uma carta de crédito já contemplada, temos um momento chave onde podemos ter algumas cartas na manga: o poder de barganha por ter o dinheiro à vista. Vamos usar de exemplo um imóvel ou um carro, certo?

Como você pretende comprar à vista, vá munido de informações. Quanto mais você souber sobre o imóvel (localização, tamanho, valor do m² no bairro escolhido) ou do carro (modelo, ano, valorização, tabela FIPE, rendimento, autonomia) melhores são suas chances de abrir um diálogo de negociação. Pesquisas tomam tempo, mas nos ajudam a não cair em furadas e também em negociar com o vendedor.

Sempre opte por negociações frente a frente, in loco, para conhecer a pessoa com quem está lidando e entender também os pontos de vista dele. Além de mostrar que são pessoas reais, isso ajuda a criar uma confiança maior de você com ele na compra e vice-versa na questão de pagamento. Além disso, é mais uma oportunidade de ver o carro ou o imóvel que você pretende comprar.

Se a negociação está indo bem e você está conseguindo os descontos que esperava, não vá com muita sede ao pote! Nunca entregue o jogo logo de cara para não esfriar a negociação afugentando o vendedor ou fazer com que ele passe a desconfiar de você. Sempre argumente do jeito certo, com tom de voz moderado.

Estas foram algumas dicas do Consórcio Unilance pra você se dar bem na compra do seu carro ou imóvel. Mas que tal você entrar para o nosso consórcio e em breve botar tudo isso em prática com sua carta de crédito? Venha realizar o seu sonho com o Consórcio Unilance!