Finanças Mercado

A Economia em 2018

Mesmo sabendo que 2018 será um ano de eleições, onde vamos escolher deputados estaduais, federais, senadores, governadores e também para o cargo mais importante na política nacional, a presidência da república, nossos olhos e ouvidos devem estar muito atentos aos movimentos da economia brasileira. Até porque, as eleições devem pesar muito nas flutuações do mercado financeiro.

Segundo a OCDE (Organização para a Cooperação do Desenvolvimento Econômico), a economia brasileira deve sair do estágio de recessão e aumentar o ritmo de crescimento nos anos de 2018 e 2019 e, além disso, há a estimativa de aumento e expansão do PIB (produto interno bruto) nacional em 0,7%.

Depois de quase dois anos, finalmente houve a retomada no crescimento econômico nacional. A OCDE ainda afirma que isso se deve ao impulsionamento das movimentações financeiras que envolvem o agronegócio, tornando cada vez mais amplo essa subida nos gráficos de desempenho. A estimativa, ainda segundo a organização, é que o crescimento fique mais intenso e que as pessoas começarão a sentir mais confiança em realizar compras. Vale lembrar que um destaque positivo quanto à evolução econômica é a inflação abaixo da meta, batendo a casa dos 4,5%. Isso acaba permitindo taxas de juros menores, dando aporte para recuperação de investimentos.

Para 2018, a projeção de crescimento na economia do Brasil passou de 1,6% para 1,9%. E indo um pouco mais à frente, no ano de 2019 a projeção já está em 2,3%. Podem parecer pequenos números, mas são excelentes indicadores quando lembramos que até pouco tempo atrás o crescimento era negativo.

Com todos estes dados, fica claro que 2018 tem tudo para ser um ano próspero para a economia nacional, dando essa abertura para as pessoas investirem mais e tornarem seus negócios mais rentáveis.

Se quiser fazer um investimento seguro, venha para o Consórcio Unilance! Entre em contato com um de nossos representantes agora mesmo!